Conheça a história de pais que são verdadeiros heróis - UOL Mulher Comportamento

Gerd.jpg

Pai de Christine Schreen, de 8 anos, o médico Gerd Schreen, de 41, de São Paulo foi pego de surpresa quando a filha, aos quatro meses, foi diagnosticada com plagiocefalia, problema raro que fazia a cabeça da menina pender para um dos lados. No Brasil, não havia tratamento à época. Inconformado, Gerd pesquisou a fundo e entrou em contato com médicos do mundo inteiro. Nos Estados Unidos, descobriu o melhor tratamento, feito com órtese (espécie de capacete). Para cuidar da filha mais nova, a mulher, a filha mais velha (na época, com dois anos) e a avó materna se mudaram para Washington por seis meses, enquanto ele continuou trabalhando no Brasil, para sustentar a família. "A separação me causou um sofrimento que eu não desejo para ninguém. O que me dava força era pensar que, com esse esforço, poderíamos garantir um crescimento normal à nossa filha". O tratamento deu certo e, na condição de médico e pai, Gerd se sentiu na obrigação de trazê-lo ao Brasil, ciente de que poucas famílias teriam a condição de fazer o que ele fez. Gerd se especializou em tratamento de assimetrias cranianas com órteses, fundou a Cranial Care, importou todos os equipamentos necessários e é o único especialista no país a tratar o problema. Hoje ele atende exclusivamente na Heads Clínica Dr. Gerd Schreen.

http://mulher.uol.com.br/comportamento/album/2013/08/10/conheca-a-historia-de-pais-que-sao-verdadeiros-herois.htm#fotoNav=4

#plagiocefalia #assimetriacraniana #DrGerdSchreen

Destaques
Arquivo
Procure pela tag
Nenhum tag.
Siga-nos
  • Facebook Basic Square
  • YouTube clássico
  • Ícone do App Instagram
  • Google + reflexão